Diario del proyecto Grande Biobusca do Hemisfério Sul 2023: Vale do Itajaí, SC, Brasil

Archivos de Diario para marzo 2024

06 de marzo de 2024

Registros notáveis de Timbó

No município Timbó, durante a GBS2023, foram realizadas 769 observações 📸, por 14 pessoas 🕵️‍♀️🕵️‍♂️.
✔ Essas observações representaram 371 espécies (ou táxons) 🦀🍄🌳, com a participação de 167 pessoas 🧑‍💻👩‍💻até 6 de março de 2024 (Foto 1).


Foto 1. Espécies mais observadas no município de Timbó durante a Grande Biobusca do Hemisfério Sul 2023.

Com relação ao tipo de registros:
✔ 712 foram de espécies silvestres (= 93% das observações),
✔ 97/712 registros (14%) foram identificados como 'notáveis', dos quais corresponderam a: 1 bactéria 🧫, 1 protozoário 🦠, 7 fungos 🍄, 41 animais 🐜(dois deles ainda precisam de validação da sua identificação) e 47 a plantas 🌳(um registro precisa de validação). Estamos chamando como registro notáveis aos primeiros registros já seja na mesorregião do Vale do Itajaí, o estado de Santa Catarina, a região sul do Brasil ou no iNaturalist, espécies em perigo ou espécies consideradas como raras na biologia.

Desses registros notáveis, 50 (51%) foram realizados durante o evento no Morro Azul, 31 (33%) durante o evento no Jardim Botânico e 16 (16%) por fora dos eventos.
A continuação os registros notáveis de Timbó, que foram realizados por fora dos eventos coletivos programados no Jardim Botânico (ver Boletim do Evento 7) e do Morro Azul (ver Boletim do Evento 8):


Foto 2. Patrícia Mees (@patricia_mees) realizando observações durante a GBS 2023 em Timbó. 📸 Andreina Mees (@dreh).


Foto 3. Andreina Mees (@dreh) realizando observações durante a GBS 2023 em Timbó. 📸 Patrícia Mees (@patricia_mees).

Última atualização: 18 abr 2024.

Publicado el 06 de marzo de 2024 a las 11:42 PM por liuid liuid | 0 comentarios | Deja un comentario

17 de marzo de 2024

Evento 7: Jardim Botânico Franz Damm (Timbó)

Este evento foi programado para a jornada da manhã do domingo 26 de novembro de 2023. A atividade consistiu em 3h de realização de registros, e se diferenciou dos outros eventos da GBS 2023, na mesorregião Vale do Itajaí, por haver uma participação significativa de famílias nele. Doze pessoas fizeram registros no iNat durante este evento: @arthur007, @natalia68137, @silvana3067, @dreh, @lgiasson, @reneteixeira, @sandrojose, @danizimmer, @patriciaestrela, @siode, @kyheco e @liuid, porém, mais pessoas participaram.

Das 220 observações realizadas nesta jornada 🍄🌿🦜 e 110 as espécies registradas. 88% das observações e 92% das espécies corresponderam a organismos silvestres. Na Foto 1, é possível observar a distribuição geográfica dos registros realizados, e na Foto 2, as espécies mais registradas no Jardim Botânico de Timbó.


Foto 1. Distribuição espacial das observações e quantidade de observações, espécies (táxons) registrados, identificadore(a)s e participantes no Jardim Botânico de Timbó o 26 de novembro de 2023. Foto: Google Maps.


Foto 2. Espécies mais registradas no Jardim Botânico de Timbó o 26 de novembro de 2023, durante o evento programado como parte da GBS 2023.

Desses registros, 33 (15%) foram considerados notáveis, dos quais corresponderam: 1 bactéria 🧫, 1 protozoário 🦠, 4 fungos 🍄, 8 plantas 🌿 e 19 a animais 🦜(dois deles ainda precisam de confirmação da identificação); o que corresponde a 35% dos registros notáveis realizados no município Timbó durante a GBS 2023. Estamos chamando de registros notáveis aqueles que representam espécies em perigo de extinção ou que são as primeiras observações para a mesorregião do Vale do Itajaí, para o estado Santa Catarina, a região sul do Brasil, Brasil ou o mundo no iNaturalist e os que representam espécies raras na biologia.

A continuação os registros notáveis obtidos no Jardim Botânico de Timbó durante a GBS2023:

🧑‍💻👩‍💻 No total foram 84 as pessoas que participaram com as identificações dos registros deste evento, a todas elas muito obrigades pela colaboração. Em ordem de maior a menor quantidade de registros identificados elas foram:
@floradesantacatarina @liuid @vitorcdg @juliagava @enricotosto96 @mayconu7 @didobola @trapa @vfarjalla @lotteryd @gianlluca_au @julianaaoliveira @fernandopaludo @deniszabin @gaertnerneuwirth @carlosvidigal @douglasmeyer @marcosmortara @helmwige @victorsatyro @luchoperalta @aranda87 @mettcollsuss @luis_eduardo2 @canal_natureza_de_floripa @nephron_p66 @felipebitt @borisb @lrubio7 @mrtnlowr @johnplischke @vitorxl @fmiudo @guido_mathieu @weekend @taguato_ @hanno_schaefer @vittoor @gui_nagy @phycus @alan_rockefeller @sdjbrown @kai_schablewski @tcurtis @deboas @barbaraparris @mhodges1957 @stevemaldonadosilvestrini @zayn_alnajm @wojciech @roman_romanov @douglas-u-oliveira @ianshelburne @esteban_koch @gustavoherrera @eltonorlandin @lsueza @andre_ambrozio @mariano-fernandez-kloster @gafischer @jeanmartins @igorazevedo @pedro3111 @sibhedgehog @caterpillar511 @alanhentz @carabid_47 @daniel_schelesky @thomazcallado @tjcadorin @leandroramosduarte @m_whitson @traudy_friske @bariza @ryanwanfredo @pamipradi @permico @judziewicz @souza-silva-nd_rj @ronaldo_veloso @mycoscope @jackehertel @oraulfaria @sapopema.


Foto 3. Algumas das pessoas que participaram do evento no Jardim Botânico de Timbó, durante a GBS2023.

🗣️Esperamos poder contar com todes vocês na próxima maratona naturalista, o Desafio Mundial da Natureza Urbana [e periurbana] 2024, cuja fase de observações será de 26 a 29 de abril e a de identificação se prolongará até o dia 5 de maio.

Queremos convidar todas as pessoas do Vale do Itajaí a fazerem parte do projeto permanente do Vale do Itajaí:
https://www.inaturalist.org/projects/biodiversidade-do-vale-do-itajai

✅E as pessoas da região sul do Brasil a fazerem parte do projeto:
https://www.inaturalist.org/projects/biodiversidade-total-do-sul-do-brasil

✅Também foi criado um projeto guarda-chuva para a região sul do Brasil, com o objetivo de reunir os projetos da região. Caso algum esteja faltando na lista, por favor, nos informe.

✅ Siga-nos nas redes sociais e nos ajude com a divulgação do projeto: https://linktr.ee/desafiodanatureza.valedoitajai

Este evento foi organizado por Maike Letícia Link Bianchini (@kyheco) e contou com o apoio técnico de Liu Idárraga Orozco (@liuid) e econômico do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgotos - SAMAE e da prefeitura de Timbó (para a impressão de cartazes de divulgação do evento).

Obs. 1. A identificação das espécies é um processo dinâmico, por tanto, esta não é uma lista completa. É possível que no futuro novos registros notáveis sejam identificados.

Obs. 2. Maike faz parte do Grupo Intersetorial de Educação Ambiental - GIEA (Instagram: promea_gaiatimbo) e, junto com a Liu, da Associação Catarinense de Preservação da Natureza - ACAPRENA (Instagram: acaprena). Liu Idárraga Orozco é mestranda em biodiversidade da Universidade de Blumenau (PPGBio FURB), instituições que também participaram com a organização e divulgação do evento.

Obs. 3. Filtro usado para esta contagem aqui.

@gianlluca_au obrigada por me ensinar a incorporar imagens nas publicações 💚

Última atualização: 18 de abril de 2024.

Publicado el 17 de marzo de 2024 a las 05:42 PM por liuid liuid | 8 comentarios | Deja un comentario

30 de marzo de 2024

Evento 8: Parque Natural Municipal Freymund Germer (Morro Azul) - Timbó

Nos encontramos às 14:00h na entrada do parque, onde fizemos uma breve introdução sobre a atividade. Como todas as pessoas que participaram estiveram no evento da no Jardim Botânico, não foi necessário fornecer explicações muito detalhadas. No total, fomos 8 as pessoas que fizemos registros no iNaturalist durante este evento, que em ordem de quantidade de registros corresponderam a: @liuid, @kyheco, @lgiasson, @natalia68137, @siode, @sandrojose, @danizimmer e @joao-francisco-noll.

Foram realizadas 204 observações no total, representando 125 espécies; das quais, 97% das observações e 98% das espécies corresponderam a organismos silvestres. Na Foto 1, mostra-se a distribuição geográfica dos registros realizados em Morro Azul, e na Foto 2, as espécies mais registradas.


Foto 1. Mapa de observações realizadas no Parque Natural Municipal Freymund Germer (= Morro Azul) (Timbó, Santa Catarina, Brasil), o 26 de novembro de 2023, durante o evento coletivo programado como parte da Grande Biobusca do Hemisfério Sul 2023. Valores de espécies e identificadores correspondentes a finais de março de 2024.


Foto 2. Espécies mais observadas no Parque Natural Municipal Freymund Germer (= Morro Azul) (Timbó, Santa Catarina, Brasil), o 26 de novembro de 2023, durante o evento coletivo programado como parte da Grande Biobusca do Hemisfério Sul 2023.

Cinquenta desses registros (25%) foram identificados como notáveis. Destes, 1 correspondeu a um fungo 🍄 (um líquen), 17 a animais🦜 e os 32 restantes a plantas 🌿 (um registro ainda requer de validação); o que corresponde a 51% dos registros notáveis realizados no município Timbó durante a GBS 2023. Foram denominados como registros notáveis aqueles que representam espécies em perigo de extinção, espécies pouco representadas no iNaturalist ou que correspondem às primeiras observações para a mesorregião Vale do Itajaí ou estado Santa Catarina ou a região sul do Brasil no iNaturalist.

A seguir, os registros notáveis realizados em Morro Azul:

Fotos des participantes do evento em Morro Azul:


Fotos 3. Encantados com uma cena de esquilos se alimentando. Foram muitas as fotos bonitas, das que são de destacar as de Sandro José da Silva (@sandrojose) https://www.inaturalist.org/observations/192378822.


Fotos 4. João Noll (@joao-francisco-noll, presidente da ACAPRENA) com sua filha e neto, aprendendo a ser um fotógrafo da vida silvestre. Foto: Liu Idárraga Orozco.


Foto 5. Participantes do evento naturalista no Parque Natural Municipal Freymund Germer (Morro Azul) em Timbó (Santa Catarina - Brasil) durante a GBS2023.


Foto 6. Participantes do evento naturalista no Parque Natural Municipal Freymund Germer (Morro Azul) em Timbó (Santa Catarina - Brasil) durante a GBS2023. Foto: Liu Idárraga Orozco.


Figura 7. Infográfico usado nas redes sociais, para a divulgação do evento no Parque Natural Municipal Freymund Germer, conhecido localmente como Morro Azul, em Timbó (Santa Catarina - Brasil). Créditos: Maike Letícia Link Bianchini (@kyheco) e Liu Idárraga Orozco (@liuid).

🧑‍💻👩‍💻 Foram 85 as pessoas que participaram com as identificações dos registros deste evento, a todas elas muito obrigades pela colaboração. Em ordem de maior a menor quantidade de registros identificados elas foram:
@floradesantacatarina @juliagava @liuid @vitorcdg @vfarjalla @enricotosto96 @carlosvidigal @tjcadorin @tsssss @victorsatyro @lgiasson @gianlluca_au @traudy_friske @gabriel_yan @lotteryd @esteban_koch @marcosmortara @mercedes-fletcher @vinicius_s_domingues @bariza @borisb @lrubio7 @severinus @douglas-u-oliveira @luisfelipe4 @micaeldb @dmitry1 @vitorxl @pedro3111 @luchoperalta @dayvson_costa @andrielle_zanao @fernandopaludo @nandorocha @diogoprov @phycus @kgrebennikov @mrtnlowr @hfb @alex_cicindela_guy @ricardobrugnera @mwtreftig @skejo @ianshelburne @michelotto @smalltown_huang @danielcavallari @eltonorlandin @lsueza @andre_ambrozio @sbushes @lucaskaminski @gafischer @douglasmeyer @bernardofrz @hmheinz @alex_iosipenko @jasonhernandez74 @em_lamond @begalma @mayconu7 @bdagley @wildmoss @ssd_ssd @waltherishikawa @daniel_schelesky @deniszabin @augusto50 @b_dvorak @luis_eduardo2 @ronyristow @w4v @criscro @alessandherpiva @leilasenz @m_whitson @capsifan @gui_nagy @zova @didobola @intelec @dark_l0rd2 @souza-silva-nd_rj @jackehertel @eduardodalabeneta

🗣️Esperamos poder contar com todes vocês na próxima maratona naturalista, o Desafio Mundial da Natureza Urbana [e periurbana] 2024, cuja fase de observações será de 26 a 29 de abril e a de identificação se prolongará até o dia 5 de maio. Queremos também es convidar para fazerem eventos nos seus municípios, que tal se juntar com amigues, colegas, estudantes para conhecer a biodiversidade local?

Convidamos a todas as pessoas do Vale do Itajaí a fazerem parte do projeto permanente do Vale do Itajaí:
https://www.inaturalist.org/projects/biodiversidade-do-vale-do-itajai

✅E as pessoas da região sul do Brasil para fazerem parte do projeto:
https://www.inaturalist.org/projects/biodiversidade-total-do-sul-do-brasil

✅Também foi criado um projeto guarda-chuva para a região sul do Brasil, com o objetivo de reunir os projetos da região. Caso algum projeto esteja faltando na lista, por favor, nos informe, pode ser deixando uma mensagem direta no boletim desse projeto.

✅ Siga-nos nas redes sociais e nos ajude com a divulgação dos projetos: https://linktr.ee/desafiodanatureza.valedoitajai

Esta atividade foi organizada por Maike Letícia Link Bianchini (@kyheco), com o apoio técnico de Liu Idárraga Orozco (@liuid) e financeiro do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgotos (SAMAE) e da prefeitura de Timbó (para a divulgação do evento). Maike faz parte do Programa Municipal de Educação Ambiental - Gaia da prefeitura de Timbó (Instagram: promea_gaiatimbo) e da Associação Catarinense de Preservação à Natureza -ACAPRENA (Instagram: acaprena); Liu Idárraga Orozco e mestranda em biodiversidade da Universidade de Blumenau (PPGBio FURB) (iNat: liuid) e também faz parte da ACAPRENA.

Obs. 1. A identificação das espécies é um processo dinâmico, por tanto, esta não é uma lista completa. É possível que no futuro novos registros notáveis sejam identificados.

Obs. 2. Filtro usado para esta contagem aqui.

Atualizado 16 abr 2024.

Publicado el 30 de marzo de 2024 a las 06:04 PM por liuid liuid | 5 comentarios | Deja un comentario

31 de marzo de 2024

Resumo Geral GBS 2023 - projeto mesorregião Vale do Itajaí

Esta foi nossa primeira participação na Grande Biobusca do Hemisfério Sul (GBS) e a segunda em uma maratona naturalista. Iniciamos nossa participação nas maratonas naturalistas no outono, com a participação no Desafio Mundial da Natureza Urbana (DNU2023).

Estávamos com muitas expectativas para a GBS2023. Nossa meta era superar nossos resultados da participação no outono, onde conseguimos a 3ª posição no Brasil nos três quesitos avaliados: quantidade de observações (4175), quantidade de espécies (1329) e participação cidadã (110 observadores(as)). Para atingir esse objetivo, assim como no outono, iniciamos nossas atividades de formação e divulgação do evento para a comunidade em geral, com dois meses de antecedência. No total foram 11 oficinas pré-GBS2023, sendo 5 em outubro e 6 em novembro. Essas oficinas abordaram diversas temáticas: Naturalismo no S. XXI e Ciência Cidadã, Fotografia Biológica, o Aplicativo iNaturalist e a Plataforma iNaturalist, com oficinas sobre criação de projetos, carregamento massivo de dados, edição e curadoria de dados e outras funcionalidades que a plataforma oferece. Também realizamos duas trilhas usando o aplicativo iNaturalist, eventos abertos a toda a comunidades, e quatro atividades adicionais com estudantes de ensino médio.

Na GBS 2023 superamos com folga duas das nossas metas: superamos a quantidade de observações (de 4175 para 6201) e espécies registradas (de 1329 para 1584) do DNU2023 (Foto 1). A participação cidadã foi similar (113), no entanto, com uma alta rotatividade de participantes entre ambas maratonas.


Foto 1. Estatísticas do projeto do Vale do Itajaí (Brasil - Santa Catarina) ao fechamento da GBS2023 (14 dez 2023 às 24:00).

A atuação técnica na área botânica foi o grande destaque do nosso projeto. Ao fechamento do evento eram 10.300 as identificações que tinhas sido realizadas, das quais 39% foram para avançar no processo de identificação e 28% foram concordantes. Com relação à representação taxonômica, houve um aumento importante na quantidade de espécies de plantas registradas, no DNU 2023 representaram 53% das espécies totais, enquanto na GBS2023 essa porcentagem subiu para 65%. De fato, das 15 espécies mais observadas, 12 foram plantas (Foto 2).


Foto 2. Espécies mais registradas na mesorregião Vale do Itajaí (Santa Catarina, Brasil) durante a GBS 2023.

Foram registradas 25 espécies em perigo de extinção, conforme os dados atualmente ingressados na plataforma do iNaturalist (Foto 3). Porém, esse valor pode ser maior, já que uma parte importante das espécies em perigo do Brasil e Santa Catarina ainda não estão registradas como tal na plataforma. Dessas 25 espécies, 13 foram de espécies silvestres (Foto 3).


Foto 3. Espécies em perigo de extinção silvestres registradas na mesorregião Vale do Itajaí (Santa Catarina, Brasil) durante a GBS 2023.

Com relação à participação, como mencionado anteriormente, a técnica, especialmente na área botânica, representada por Luís Funez (@floradesantacatarina) e Júlia Gava (@juliagava), foi um de nossos destaques. Luís foi o maior identificador do Brasil e o 5° no ranqueamento internacional da GBS 2023.

Outros destaques foram a participação e engajamento cidadão. Nosso projeto ficou em terceiro lugar, entre os projetos brasileiros, na participação cidadã e na quantidade de registros. Estes últimos destaques deveram-se sem dúvida, graças aos eventos programado e coordenados por Tamily Roedel (Fig. 4), Maike Letícia Link Bianchini (Fig. 5) e Liu Idárraga Orozco.


Figura 4. Tamily Roedel com seus(as) alunes realizando observações naturalistas durante a GBS 2023.


Figura 5. Maike Bianchini e parte das pessoas que participaram dos eventos organizados por ela em Timbó, durante a GBS 2023.

Patrícia Mees (@patricia_mees) foi a maior observadora do Vale do Itajaí, com 714 observações. A segunda posição em quantidade de observações foi ocupada por Liu Idárraga Orozco (@liuid) e a terceira por Júlia Gohr (@jugohr). Júlia é estudante de pedagogia no Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE), que teve seu debut em maratonas naturalistas na GBS 2023. O maior registro de espécies foi realizado por Luís Funez (315), que ocupou também a primeira posição no ranqueamento brasileiro neste tópico. Em quantidade de espécies, Luís Funez foi seguido por Patrícia Mees (249) e Liu Idárraga Orozco (224) (Fig. 6).


Figura 6. Maiores observadores(as) da mesorregião do Vale do Itajaí (Santa Catarina, Brasil) durante a GBS 2023..

No momento, tem sido identificadas 453 observações notáveis🕷️🐞🌿🌵🦞🐠🍄🦉 identificadas entre os registros realizados durante a GBS 2023, na mesorregião Vale do Itajaí. Além dessas 453 observações, há outras 20 potencialmente notáveis, as quais ainda precisam da validação da identificação. Estamos chamando como registros notáveis aqueles que correspondem aos primeiros na mesorregião Vale do Itajaí, o estado Santa Catarina, a região sul do Brasil, o Brasil ou o mundo no iNaturalist, além das espécies em perigo de extinção e as espécies reconhecidas como raras na biologia.

Esses registros notáveis estiveram distribuídos em 14 municípios:
MUNICÍPIO .................... N° REG. NOTÁVEIS
Blumenau .......................................... 118
Brusque .............................................. 28
Doutor Pedrinho ................................ 2
Gaspar ................................................ 11
Guabiruba ......................................... 26
Ilhota ..................................................... 3
Indaial ................................................. 24
Itajaí ....................................................... 2
Navegantes ....................................... 73
Penha ..................................................... 3
Rio dos Cedros .................................. 63
Salete ..................................................... 1
Tijucas ................................................... 1
Timbó .................................................. 98
que se correspondem bastante bem com os que apresentaram a maior participação cidadã e/ou eventos coletivos programados neles (Fig. 7).

Esses registros notáveis 📸🎶foram realizados por 54 pessoas 🕵️‍♀️🕵️, das quais se listam as 19 primeiras em quantidade deste tipo de registros:
USUÁRIE ......................... N° REG. NOTÁVEIS
@liuid ..................................................... 109
@patricia_mees .................................... 67
@floradesantacatarina ........................ 64
@lgiasson ................................................ 33
@vittoor ................................................... 31
@eduardodalabeneta ........................... 22
@kyheco ................................................... 21
@tamily1 ................................................... 15
@jackehertel ............................................. 8
@dreh ......................................................... 7
@bruno31040 .......................................... 6
@heloisakoffke ......................................... 6
@nicolas_3 ................................................ 5
@aliciafgartner ......................................... 4
@ana_fl4via .............................................. 4
@jugohr ..................................................... 4
@luizreus .................................................... 4
@thuanydamasiopretti ........................... 4
@silvana3067 ............................................ 3


Figura 7. Distribuição das observações na mesorregião Vale do Itajaí (Santa Catarina, Brasil) durante a GBS 2023..

Parte desses registros foram publicados nas redes sociais do projeto, às quais podem ser acessadas aqui.

Por fim, gostaríamos de expressar nosso profundo agradecimento a todas as pessoas que contribuíram com seu conhecimento técnico na identificação das observações da mesorregião Vale do Itajaí. Foram 388 as pessoas 🧑‍💻👩‍💻 do mundo todo que contribuíram com a identificação até o fechamento da GBS 2023 (Fig. 1), 502 até o dia de hoje (31 de março de 2024). A todas elas, nossos sinceros agradecimentos 💚. A seguir a lista das pessoas que contribuíram com pelos menos 10 identificações de nosso projeto, em ordem de maior a menor participação:
@floradesantacatarina @liuid @juliagava @vitorcdg @tsssss @enricotosto96 @canal_natureza_de_floripa @lotteryd @gianlluca_au @victorsatyro @luchoperalta @douglasmeyer @vfarjalla @traudy_friske @stevemaldonadosilvestrini @didobola @douglas-u-oliveira @mayconu7 @alexiz @sdjbrown @lrubio7 @carlosvidigal @amadeu_lovegod @marcosmortara @tjcadorin @deniszabin @esteban_koch @bariza @leandroramosduarte @mettcollsuss @kai_schablewski @gaertnerneuwirth @jeanphilippeb @aranda87 @trapa @tiwane @danielcahen @andre_ambrozio @luis_eduardo2 @borisb @sabutaro @santiagomailhos @mrtnlowr @lgiasson @vitorxl @dayvson_costa @gui_nagy @inatural156 @danielcavallari @ronaldo_veloso @chris971 @brent_baker @lsueza @daggervk @vinicius_s_domingues @leonardoreinert @wojciech @julianaaoliveira @neontetraploid @sedgequeen @sbushes @begalma @plantperson7654 @igorkcs @arcaniac @jackehertel @piterkeo @micaeldb @grigorenko @fernando_daros @isaacbb @pamipradi @nandorocha @galanhsnu @victorpaiva28 @erikfr @fernandopaludo @cecildomyiidae @gabriel_yan @daniel_schelesky @amr_mn @alexandre506 @felipebitt @gafischer @goosiaczek @timzitnak

Convidamos a todes para continuarem participando das maratonas naturalistas. E para fazerem parte do projeto do Desafio Mundial da Natureza Urbana 2024: https://www.inaturalist.org/projects/dnu2024-vale-do-itajai-e-regiao-sc-brasil.

📅📸 26 – 29 de abril. Fase 1: Maratona de obtenção de registros 🦋🐌🍄🌿🌵🦞🦐🦉🐳🦜🦇🦊. Toda a comunidade está convidada para participar, crianças também podem participar) 🕵️🧑‍🎤🧑🏽‍🧑🏼👨‍🦽🧑🏽‍🏫.

📅💻 30 abril – 6 maio. Fase 2: Maratona de identificação 🙇🏻‍♂️🔬 e tempo para terminar de subir os registros obtidos com câmeras e gravadores além dos do celular. Todo o pessoal com conhecimento técnico do Vale do Itajaí está chamado para participar ativamente desta fase (biólogues, agronomes, florestais, veterináries de vida silvestre, observadores de aves, etc.).

🗣️ Também agradecemos a divulgação com familiares, colegas, alunos(as), amigos(as) e todas as pessoas 🕵️🧑‍🎤🧑🏽‍🧑🏼🕵️‍♀️🧑🏿‍🌾🦽🙎🏽‍♀️🦹🏻que curtem de fotografar e observar a natureza!

Última atualização: 16 abr 2024

Publicado el 31 de marzo de 2024 a las 11:09 PM por liuid liuid | 4 comentarios | Deja un comentario